Postagens

Documentário sobre Rousseau

Documentário sobre Rousseau



https://youtu.be/58EBDamsFEE



Pouvoir des Fables et 'douteuse éthique' - Jean-Charles Darmon

http://savoirs.ens.fr/expose.php?id=1260

Gerhardt Stenger - "Diderot, le combattant de la liberté"

https://www.youtube.com/watch?v=plWGRvnDLJM



International Congress on the Enlightenment

International Congress on the Enlightenment
University of Edinburgh, 14–19 July 2019
‘Enlightenment Identities’
Congrès international sur les Lumières
 Université d’Édimbourg, 14-19 juillet 2019
« Lumières et identités »
The British Society for Eighteenth-Century Studies is delighted to host the ISECS International Congress on the Enlightenment at the University of Edinburgh on 14–19 July 2019 with the theme ‘Enlightenment Identities’.



                                                         http://www.bsecs.org.uk/isecs/

ÚLTIMA AVALIAÇÃO HISTÓRIA DA FILOSOFIA MODERNA I (25%)

CONSIDERE A PASSAGEM ABAIXO:
"Pois que nada exista em um efeito que não tenha existido de forma semelhante ou mais excelente na causa é uma primeira noção, e tão evidente, que não há nada mais claro; e esta outra noção comum, que de nada nada se faz, a compreende em si, porque, se se concorda que exista algo no efeito que não existiu na sua causa, cumpre concordar também que isso procede do nada; e se é evidente que o nada não pode ser a causa de algo, é somente porque, nesta causa, não haveria a mesma coisa do que no efeito.  Constitui também uma primeira noção que toda a realidade, ou toda a perfeição, que só está objetivamente nas ideias, deve estar formal ou eminentemente nas suas causas; e toda opinião que jamais nutrimos sobre a existência das coisas fora de nós apoia-se tão somente nela. Pois de onde nos poderia advir a suspeita de que existissem, se não do simples fato de suas ideias virem pelos sentidos ferir nosso espírito?  Ora, que há em nós alguma ideia de um ente sober…

Avaliação 2 (25%) História da Filosofia Moderna I

Com base nas leituras das Meditações metafísicas, das Regras para a direção do espírito e dos trechos do Discurso do Método trabalhados em aula, comente a passagem abaixo:
“Mas bem vejo o que pretendeis dizer, a saber, que, havendo eu escrito apenas seis Meditações sobre a Filosofia primeira, os leitores se espantarão de que, nas duas primeiras, não conclua nada mais senão o que acabo de declarar nesse instante, e pôr isso hão de achá-las demasiado estéreis e indignas de terem sido trazidas à luz. A isso respondo somente não temer que aqueles que houverem lido com discernimento o restante do que escrevi tenham ocasião de suspeitar que eu haja malogrado no trato da matéria; mas que me pareceu muito razoável que as coisas que exigem particular atenção, e devem ser consideradas separadamente das outras, fossem postas em Meditações separadas. Eis por que, não conhecendo nada mais útil para alcançar um firme e seguro conhecimento das coisas do que acostumar-se, antes de estabelecer algo, a …